MENU

26/11/2021 às 12h34min - Atualizada em 26/11/2021 às 12h34min

Ontário ainda está na quarta onda de vírus, com probabilidade de continuar durante o inverno

É esperado um aumento, ainda que lento, no número de casos de infectados até fevereiro

Redação North News
CTV News
Getty

A curva crescente de infecções por COVID-19 em Ontário é uma continuação da quarta onda que começou no início de setembro, e não o início de uma quinta onda, disse o médico da província na quinta-feira, 25, ao advertir que a tendência de alta continuaria.

 

O diretor médico de saúde, Dr. Kieran Moore, disse que a contagem de casos nunca voltou a um nível baixo, apesar de uma ligeira queda, antes de aumentar de forma constante no final de outubro.

 

"Nunca declaramos o fim da quarta onda, é simplesmente uma continuação", disse Moore a repórteres.

 

"Infelizmente, todos os modelos prevêem que isso aumentará de forma lenta e constante nos próximos meses, incluindo janeiro e fevereiro."

 

Ele disse que contagens mais altas de casos são esperadas conforme as pessoas se mudam para dentro de casa no tempo frio, e pediu às pessoas para permanecerem cautelosas até que o clima esquente na primavera e mais pessoas se tornem elegíveis para as terceiras doses da vacina para se proteger contra o "inimigo formidável" do COVID-19

 

"Ele [o vírus] simplesmente continua querendo se espalhar e não vai desacelerar novamente até que cheguemos ao ar livre na primavera", disse ele. "Temos um período de tempo nos próximos quatro meses em que teremos que continuar muito, muito vigilantes."

 

Ontário relatou 748 novos casos de COVID-19 na quinta-feira e mais cinco mortes relacionadas ao vírus, e a média de sete dias para infecções subiu para 692.

 

Algumas unidades de saúde no norte e sudoeste da província têm respondido aos picos de casos locais e Moore disse que a província está trabalhando no envio de recursos para ajudar.

 

Moore, o Premier Doug Ford e a Ministra da Saúde Christine Elliott disseram que a província responderá localmente aos surtos de COVID-19 e não reintroduzirá medidas de saúde pública em toda a província.

 

Os especialistas relacionaram o aumento do final de outubro em alguns casos, em parte, ao levantamento dos limites de capacidade em alguns espaços internos e, desde então, algumas unidades de saúde reintroduziram essas medidas.

 

Na quinta-feira, Moore disse que a província também está monitorando a capacidade de atendimento agudo em hospitais.

 

A mesa consultiva de ciências de Ontário modelou a ocupação de cuidados intensivos para atingir 200 pacientes até o ano novo. Na quinta-feira, havia 135 pacientes nas unidades de terapia intensiva de Ontário, incluindo alguns de Saskatchewan.

 

O principal executivo médico da Ontario Health, que supervisiona o sistema de saúde provincial, disse à The Canadian Press esta semana que a província pode lidar com entre 250 e 300 pacientes com tratamento intensivo para o COVID-19 antes que outros serviços, como cirurgias, tenham que ser cancelados.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.2%
5.9%
6.9%