MENU

29/11/2021 às 11h18min - Atualizada em 29/11/2021 às 11h18min

O Diretor Médico de Saúde de Ontário deve se pronunciar hoje após variante Omicron ser detectada em Ontário

Variante pode reinfectar pessoas que já foram infectadas pelo vírus

Redação North News
City News
THE CANADIAN PRESS/Chris Young

O Diretor Médico de Saúde de Ontário deve falar com a imprensa esta manhã depois que os dois primeiros casos canadenses de uma nova variante do COVID-19 foram detectados na província.

 

Espera-se que o Dr. Kieran Moore fale sobre os casos da variante Omicron, que foram encontrados em pacientes em Ottawa que estiveram recentemente na Nigéria.

 

Depois de convocar um grupo de especialistas para avaliar os dados, a OMS disse que “evidências preliminares sugerem um risco aumentado de reinfecção com esta variante”, em comparação com outras variantes. Isso significa que as pessoas que contraíram COVID-19 e se recuperaram podem estar sujeitas a pegá-lo novamente.

 

Foi detectado pela primeira vez na África do Sul e foi associado a um aumento de casos lá. De pouco mais de 200 novos casos confirmados por dia nas últimas semanas, a África do Sul viu o número de novos casos diários disparar para mais de 3.200 no sábado, a maioria em Gauteng.

 

O governo federal proibiu na sexta-feira visitantes de sete países do sul da África em um esforço para evitar que a variante cruzasse para o Canadá, mas a Nigéria não estava entre eles.

 

A província pediu a Ottawa que implemente o teste de COVID-19 no ponto de chegada para todos que entrarem no Canadá, independentemente de onde vieram, em vez de apenas exigir que façam o teste antes de partir para o Canadá.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.2%
5.9%
6.9%