MENU

30/11/2021 às 12h18min - Atualizada em 30/11/2021 às 12h18min

Órgãos federais vão pedir desculpas às vítimas de má conduta sexual militar em 13 de dezembro

A Ministra da Defesa, Anita Anand, o Chefe da Equipe de Defesa, general Wayne Eyre e a Vice-Ministra da Defesa Nacional, Jody Thomas, serão os responsáveis por fazer o pedido

Redação North News
CP24
THE CANADIAN PRESS/Justin Tang

Foi marcada uma data para o governo entregar o pedido de desculpas prometido às vítimas de má conduta sexual militar.

 

O Departamento de Defesa Nacional anunciou na segunda-feira, 29, que o pedido de desculpas será entregue no dia 13 de dezembro e virá em três partes.

 

A Ministra da Defesa, Anita Anand, pedirá desculpas em nome do governo, o Chefe da Equipe de Defesa, general Wayne Eyre, fará o mesmo pelos militares e Jody Thomas, a Vice-Ministra da Defesa Nacional, falará pelo departamento.

 

Embora as autoridades tenham dito anteriormente que esperavam por um evento presencial, o Departamento de Defesa afirma que o pedido de desculpas será entregue virtualmente e transmitido online.

 

O pedido de desculpas foi prometido pela primeira vez em 2019 como parte de um acordo de US $ 600 milhões com membros atuais e ex-militares em vários processos de ação coletiva.

 

O governo enfrentou apelos da Royal Canadian Legion e de outros para apresentar o pedido de desculpas antes do prazo de 18 meses para as vítimas apresentarem suas reivindicações como parte do acordo fechado na semana passada.

 

Quase 19.000 reclamações foram apresentadas antes do período de reclamações terminar na última quarta-feira, com mais de 5.000 já aprovadas para pagamento. Outras 4.000 também pediram para participar do "engajamento restaurativo".

 

“Sabemos que nosso fracasso coletivo em construir uma cultura de trabalho inclusiva, livre desses comportamentos inaceitáveis, prejudicou nosso pessoal”, disseram Anand, Eyre e Thomas em um comunicado conjunto.

 

“Como parte de nossos esforços para restaurar o relacionamento com as pessoas prejudicadas, ofereceremos um pedido público de desculpas a todos os atuais e ex-membros da equipe de defesa que foram afetados por agressão sexual e má conduta sexual, incluindo assédio e discriminação.”


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.2%
5.9%
6.9%