MENU

06/12/2021 às 21h41min - Atualizada em 06/12/2021 às 21h41min

Coletores de lixo da região de Peel entram em greve hoje

Protesto é voltado para o pedido de melhores salários e melhores condições de trabalho

Redação North News
City News
CP24

Uma grande parte da região de Peel terá atrasos na coleta de lixo e uma suspensão completa da coleta de recicláveis depois que os trabalhadores de uma empresa de gerenciamento de resíduos entraram em greve.

 

Até 200 trabalhadores da Emterra Environmental abandonaram o trabalho na manhã desta segunda-feira, 06, após votarem contra a última oferta da gerência.

 

Os trabalhadores dizem ao CP24 que estão chateados com a administração por causa das condições de trabalho, uniformes inadequados, EPI e compensação.

 

A greve afeta os residentes que vivem na parte sudoeste de Mississauga, na metade oeste de Brampton e em toda Caledon.

 

“Tudo o que pedimos é o mesmo acordo que o outro provedor que cuida de um terço da região consegue”, disse Jason Ottey, porta-voz da LIUNA Local 183. “Gostaríamos de ver o mesmo para nós, não achamos irracional pedir isso porque o outro fornecedor que tem um contrato menor está pagando a seus funcionários muito mais do que nós. Portanto, gostaríamos apenas de pedir paciência e compreensão do público neste momento. Entendemos que essa interrupção será incrivelmente perturbadora para suas vidas, mas essas são as vidas de nossos membros e eles estão trabalhando duro também.”

 

A Região de Peel diz que o lixo e resíduos orgânicos continuarão a ser coletados, mas em um período de tempo atrasado.

 

Reciclagem e itens volumosos não serão recolhidos neste momento, nem os resíduos do jardim.

 

“Não estou muito preocupado”, disse o Diretor de Gerenciamento de Resíduos da Região de Peel, Norman Lee. “Existem contingências, o empreiteiro, eles vão recolher parte do lixo, estão fazendo o possível para recolher o lixo reciclável e o orgânico que, claro, é o material que causa mais mau odor. Estamos pedindo aos residentes que mantenham a reciclagem e o lixo do quintal até que a interrupção do trabalho termine.”

 

Lee disse ao CP24 que está esperançoso de que os dois lados possam chegar a um acordo em um "futuro próximo" e que a disputa trabalhista "não se arraste por muito tempo".

 

Mas disse que não tem certeza da distância entre os dois lados, já que a Região de Peel não se envolverá nas negociações entre uma empresa privada e seus funcionários.

 

“Continuamos monitorando a situação e tomaremos as decisões apropriadas”, disse ele. “Pode haver mudanças (nos serviços). Quanto mais tempo isso durar, mais mudanças provavelmente veremos.”

 

Em um comunicado divulgado pela Região de Peel no dia de hoje, a Emterra incentivou a liderança da LIUNA Local 183 a reconsiderar a greve, que disse ter ocorrido apesar da apresentação de um "acordo justo e competitivo, totalmente recomendado".


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.2%
5.9%
6.9%