MENU

04/02/2022 às 17h05min - Atualizada em 04/02/2022 às 17h05min

O sofrimento do Quebec

idadãos de Quebec e Saint-Jean-Baptiste reclamam de ‘Comboio da Liberdade’

Leandro Mendonça
Fonte: Twitter
Como o Jornal North News antecipou no início da semana, o ‘Comboio da Liberdade’ se movimentou pela província francófona de Quebec para se fazer escutar. O problema é que os cidadãos da cidade do Quebec não ficaram nada satisfeitos com a chegada dos manifestantes, nesta quinta-feira. Muitos reclamaram do barulho feito pelos caminhões de grande porte e outros falaram de gritos após às 22 horas.
O presidente do Conselho do bairro Vieux-Québec-Cap-Blac-Colline-Parlamentaire falou sobre o posicionamento dos policiais perante a situação. Ele elogiou o posicionamento da SPVQ e falou bem sobre a atitude de Bruno Marchand, prefeito da cidade.
 
“Tenho a impressão de que não vai haver tolerância. O prefeito é muito sensível a tudo isso, e a polícia está tomando as medidas certas. Eles são muito estratégicos e acho que serão capazes de gerenciar bem a situação. Todo mundo aprendeu lições com Ottawa”- disse Alain Samson
 
Michel Masse disse que ainda era cedo para  polícia e o governo municipal se preocuparem, pois os agentes de segurança tinham tomado nota do que houve em Ottawa e estavam preparados para qualquer tipo de situação que fugisse do controle.
 
Muitas multas
 
Bruno Marchand, em coletiva de imprensa nesta sexta-feira, disse que barulhos não vão ser tolerados e explicou que os policiais estão autorizados a punir qualquer indivíduo que esteja infringindo esta lei.
Na madrugada de quinta-feira, 16 multas foram aplicadas. Onze delas por violação ao Código de Segurança Rodoviária(RSC) e cinco por violação a leis municipais.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.7%
7.1%
6.2%