MENU

02/05/2022 às 12h14min - Atualizada em 02/05/2022 às 12h14min

Milhares de trabalhadores protestam em Toronto, no 1º de maio

Salário mínimo de C$ 20, dias de doença pagos permanentes estão entre as reivindicações

Co - autora: Isabela Peixer
CBC
Milhares de trabalhadores, líderes sindicais e organizações comunitárias se reuniram na tarde de domingo, no centro de Toronto, para protestar por um salário mínimo de C$ 20 e dias de doença pagos permanentes.

Os profissionais de saúde, em especial, reclamam do trabalho durante a pandemia de COVID-19. Além deles, outros trabalhadores dizem que estão cansados ​​de ver o impacto do trabalho precário e problemas no local de trabalho e seus impactos nas pessoas.

Os protestos foram realizados em meio a chuva e frio. A reinvidicação é que os trabalhadores precisam ter um salário mínimo de US$ 20, já que a renda afeta diretamente na capacidade das pessoas de se manterem saudáveis. 



Federação trabalhista exige agenda de trabalhadores em primeiro lugar

O Queen's Park também foi local de protesto para Federação Trabalhista de Ontário. 

A OFL disse que a ação faz parte de uma mobilização em toda a província para exigir uma agenda de trabalhadores em primeiro lugar e garantir que as questões que mais significam para os trabalhadores e suas famílias estejam na mesa nas eleições provinciais de 2 de junho.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.7%
7.1%
6.2%