MENU

11/02/2021 às 18h01min - Atualizada em 11/02/2021 às 18h01min

Tiro da polícia matou menino de 1 ano, em Lindsay, Ontário, mostra investigação especial

Fatalidade aconteceu durante uma perseguição policial, na qual o pai da criança também morreu baleado, em novembro do ano passado

Redação North News
com informações do CTV News
Foto: Harrison Perkins
 
O tiro que atingiu e matou um menino, de um ano de idade, durante uma ocorrência perto de Lindsay, Ontário, no ano passado, saiu da arma de um policial, confirmou a Unidade de Investigações Especiais de Ontário (SIU).

Nessa quinta-feira, a SIU confirmou que a morte da criança "foi resultado de um tiro da polícia". “Naquela data, o menino de um ano morreu durante uma interação entre o pai do menino de 33 anos e os policiais da província de Ontário”, disse a SIU em um comunicado à imprensa.

O pai da criança, que segundo a SIU também foi baleado pela polícia, foi levado às pressas do local para o hospital, onde mais tarde foi declarado morto. O SIU informou ter revisado os resultados do exame post mortem realizado na criança, bem como relatórios elaborados pelo Centro de Ciências Forenses das análises realizadas a respeito das manchas de sangue na caminhonete, a trajetória dos tiros que atingiu o caminhão, e armas de fogo, cartuchos e projéteis.

A porta-voz da vigilância policial, Monica Hudon, acrescentou que a investigação está em andamento. “Estamos aguardando relatórios forenses adicionais, incluindo o relatório post-mortem para o pai. Assim que todas as evidências estiverem disponíveis, o diretor examinará essas evidências para determinar se há motivos razoáveis ​​para apresentar as acusações”, afirmou Hudon.

No mês passado, a vigilância policial disse que os três policiais envolvidos estavam se recusando a ser entrevistados, situação que continua igual. “Três policiais descarregaram suas armas no decorrer do incidente. Como tal, eles foram designados como oficiais de assunto. Eles ainda não aproveitaram a oportunidade de serem entrevistados".

“É importante observar que os oficiais em questão não têm obrigação legal de falar com a SIU, mas podem se quiserem”, explicou a porta-voz.

Troca de tiros e acidente
Na manhã de 26 de novembro de 2020, a Polícia Provincial de Ontário (OPP) foi chamada ao município de Trent Lakes para uma disputa doméstica envolvendo uma arma de fogo. Na época, os policiais disseram ter sido informados de que um homem de 33 anos teria supostamente sequestrado seu filho pequeno.

Um veículo suspeito foi localizado na Sturgeon Road e os policiais tentaram detê-lo. A pick-up posteriormente se envolveu em um acidente com um cruzador OPP e um veículo civil na Pigeon Lake Road. Quando ocorreu um confronto entre três policiais e o homem, houve um tiroteio. O bebê foi declarado morto no local depois de ser encontrado dentro do caminhão com um ferimento a bala.

Investigações especiais
A SIU é uma agência independente que investiga denúncias envolvendo policiais onde houve morte, ferimentos graves ou alegações de agressão sexual. A Associação OPP divulgou uma declaração sobre o assunto após a atualização da SIU sobre o caso na quinta-feira.

“Todos ficamos arrasados ​​quando uma criança morre tragicamente. Nossas mais sinceras condolências são estendidas à mãe e família de um menino de um ano de idade que morreu tragicamente perto de Lindsay, Ontário. em 26 de novembro de 2020. A Associação OPP respeita o processo investigativo. Continuamos apoiando nossos membros afetados pelo incidente", disse em nota a associação.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.6%
4.7%
7.7%