MENU

16/04/2021 às 14h09min - Atualizada em 16/04/2021 às 14h09min

Ford recusa ajuda federal e não quer que Ontário receba Cruz Vermelha enviada por Justin Trudeau

"Não precisamos da Cruz Vermelha neste momento", disse Ford através de seu gabinete

Júnior Mendonça
com informações do 680News e Daily Hive
Foto: Paul Chiasson/The Canadian Press
 
O primeiro-ministro do Canadpa, Justin Trudeau, anunciou nessa sexta-feira novas medidas para ajudar Ontário à medida que os casos de Covid-19 aumentam na província durante a terceira onda da pandemia.

Entre elas, o envio da Cruz Vermelha canadense para ajudar Ontário com suas equipes móveis de vacinação e enviar ajuda a hospitais e lares de longa permanência. “Estamos extremamente preocupados com a situação em Ontário agora", afirmou Trudeau.

O premier da província, no entanto, respondeu dizendo que a ajuda não é necessária e que Ontário tem um problema de abastecimento e não de capacidade.

“Embora apreciemos a oferta do primeiro-ministro, a menos que seja acompanhada de um aumento na oferta, não precisamos da Cruz Vermelha neste momento para a administração de vacinas em Ontário. Não temos um problema de capacidade, temos um problema de abastecimento”, 
disse o gabinete de Doug Ford em um comunicado.
 
Como Ontário relata casos recorde de Covid-19, Trudeau disse que o governo federal fornecerá mais alívio para a província, incluindo a implantação de unidades móveis de saúde em Toronto e Hamilton.

Também serão enviados equipamentos de saúde, incluindo unidades de oxigênio e medicamentos para o tratamento da doença.

Isso ocorre no momento em que Ontário implora a outras províncias para enviar enfermeiras e outros profissionais de saúde, uma vez que sofre com o aumento de novas infecções pelo novo coronavírus. Em uma carta a todas as províncias e territórios, o governo Ford disse que faltam milhares de enfermeiras.

De acordo com a vice-ministra da Saúde, Ontário terá falta de 4.145 enfermeiras apenas no setor hospitalar nos próximos quatro meses. Também em uma carta, ela pede mais 620 profissionais de saúde, incluindo enfermeiras e terapeutas respiratórios.

“Especificamente, a província precisaria de assistência no sul de Ontário, previsto para ser na área da Grande Toronto e áreas adjacentes imediatas. Estamos projetando a necessidade desse suporte crítico para quatro meses após o pico previsto da terceira onda”, escreve Angus.

Trudeau, por sua vez, diz que está claro que a cidade mais populosa do Canadá está lutando contra a terceira onda da pandemia Covid-19.

Durante coletiva de imprensa em Ottawa nessa sexta-feira, Trudeau observou que o número de casos em Toronto continua batendo recordes e as camas de UTI estão enchendo.

“Em particular na vacinação, Ontário procurou mais apoio. Trata-se de levar doses a pessoas onde a situação é mais séria”, afirmou.

Esse anúncio vem após a notícia de que o fornecimento de vacinas da Moderna para o Canadá será reduzido pela metade até o resto de abril.

Ontário tem até agora 408.383 casos confirmados de Covid-19 e 7.664 mortes causadas pelo novo coronavírus.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.5%
5.2%
8.4%