MENU

08/02/2022 às 09h28min - Atualizada em 08/02/2022 às 09h28min

Homem é acusado de assassinato após produtor de vinho de Ontário ser encontrado morto

Paul Pender, 54, foi declarado morto em 3 de fevereiro em uma casa em Selkirk Ont., que fica a cerca de uma hora a oeste de Niagara Falls, disse a Polícia Provincial de Ontário na segunda-feira.

Co - autora: Isabela Peixer
CP 24h
A polícia de Ontário acusou um homem de assassinato após a morte de um popular produtor de vinho da região de Niagara.

Paul Pender, 54, foi declarado morto em 3 de fevereiro em uma casa em Selkirk Ont., que fica a cerca de uma hora a oeste de Niagara Falls, disse a Polícia Provincial de Ontário na segunda-feira.

O homem de Hamilton, Bradley House, foi preso e acusado de assassinato em segundo grau em conexão com a morte de Pender.

O homem de 31 anos deve comparecer ao tribunal em uma data posterior, disse a polícia. 

Pender era o diretor de viticultura e vinificação da Tawse e Redstone Winery, disse a empresa em comunicado.

"Paul morreu inesperadamente em circunstâncias trágicas", disse o comunicado. "Todos sentiremos a falta dele mais do que as palavras podem expressar. Ele não era apenas nosso técnico, mas também nosso bom amigo".

De acordo com a empresa, Pender se juntou à equipe em 2005 e tornou-se enólogo chefe em 2006. Sob sua liderança, a empresa foi nomeada 'Adega Canadense do Ano' em vários anos consecutivos. 

Pender também foi nomeado enólogo do ano pelo Ontario Wine Awards em 2011.

A OPP não divulgou a causa da morte de Pender ou as circunstâncias que levaram a ela.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.7%
7.1%
6.2%