MENU

08/03/2022 às 10h12min - Atualizada em 08/03/2022 às 10h12min

Casais ucranianos vão se casar apesar do cenário da invasão russa

Lesia Fylymonova e Valerii Filimonov se casaram perto de um posto de controle em Kiev. Ela usava camuflagem para o casamento, enquanto ele carregava um rifle para a cerimônia.

Co - autora: Isabela Peixer
CTV News
Foto: Efrem Lukatsky
Em vários atos de desafio, os casais ucranianos decidiram se casar, apesar da estressante invasão russa em seu país.

Lesia Fylymonova e Valerii Filimonov se casaram perto de um posto de controle em Kiev. Ela usava camuflagem para o casamento, enquanto ele carregava um rifle para a cerimônia.

“Claro que estou feliz”, disse Flymonova, traduzido do ucraniano. “Estou feliz por estarmos vivos, que este dia começou, que meu marido está vivo e ele está comigo.”

Ambos Fylymonova e Filimonov são membros da força de defesa ucraniana e decidiram se casar depois de 20 anos e um filho juntos.

“Vivemos em tempos desafiadores”, disse Filimonov. “Você nunca sabe o que vai acontecer com você amanhã.” 

Entre os presentes ao casamento estava o prefeito de Kiev, Vitali Klitschko.

“Todo ucraniano tem apenas um objetivo: parar a guerra”, disse ele.

Fylymonova e Filimonov não são os únicos casais a continuar com seus planos de casamento, apesar da invasão.

Yaryna Arieva, moradora de Kiev, e seu parceiro se casaram no dia da invasão da Rússia. Eles passaram a noite de núpcias juntos, depois se juntaram à força de defesa ucraniana na manhã seguinte.

“Queríamos nos casar no dia 6 de maio, mas a guerra começou e mudamos nossa decisão e nossos planos”, disse ela.

“Queríamos estar juntos, ajudar uns aos outros, cuidar uns dos outros e cobrir as costas uns dos outros.”

Arieva não tinha uma arma antes de entrar na luta, enquanto seu marido tinha alguma experiência com armas de fogo, embora sem treinamento militar. 

Enquanto isso, em Lviv, cerca de 540 quilômetros a oeste de Kiev, Bohdan e Iryna Manko também realizaram o casamento.

“Tempos difíceis, mas estamos otimistas”, disse Bohdan. “Estamos lutando forte e vamos vencer.” 

“Não cancelamos nosso casamento porque esperamos um futuro melhor para reconstruir nosso país.”

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.7%
7.1%
6.2%