MENU

08/03/2022 às 13h12min - Atualizada em 08/03/2022 às 13h12min

O valor da Guerra

Cúpula do Pentágono estima quase 4 mil mortos na Guerra da Ucrânia

Leandro Mendonça
Sergei MalgavkoTASS via Getty Images
Durante coletiva de imprensa na tarde de terça-feira, no Pentágono, o tenente-coronel Scott Berrier trouxe números iniciais de mortos, do exército russo. A estimativa é de aproximadamente 4 mil pessoas mortas que se alistaram na ofensiva à Ucrânia.
 
A alta cúpula de Vladimir Putin, no dia 2 de março, havia estimado menos de 500 mortos, mas este número está defasado, visto que foi dado há quase uma semana.
 
O Diretor da CIA, William Burns explicou que Vladimir Putin seria o responsável pelos 4 mil mortos, por causa de um objetivo pessoal (invadir a Ucrânia e tomar a região de DonBass). Ele considerou "provável" que o presidente russo "dobrasse seus esforços e tentasse esmagar o exército ucraniano sem se preocupar com baixas civis".
 
Diversas imagens gravadas por civis, militares e pela própria imprensa tem mostrado o dia a dia na Ucrânia. O exército ucraniano demonstra baixas, os russos mostram seus tanques destruídos, civis correm amedrontados nas ruas de diversas cidades e jornalistas mostram centenas de ataques de policiais russos contra seu próprio povo, que protesta contra a invasão do país vizinho.
 
A Guerra da Ucrânia destruiu prédios civis, Usinas Nucleares, pontes e diversas instalações ucranianas. O número de mortos do pequeno país ainda não foi divulgado pela Organização das Nações Unidas (ONU), mas estima-se ser o dobro dos russos. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.7%
7.1%
6.2%