MENU

07/04/2022 às 13h13min - Atualizada em 07/04/2022 às 13h13min

Toronto transmite discurso de prefeito de Kiev

Conselho de Toronto se reúne virtualmente para transmitir discurso emocionado de prefeito ucraniano

Leandro Mendonça
Katherine DeClerc

Em um discurso feito virtualmente na quinta-feira perante o conselho da cidade de Toronto, o prefeito de Kiev, Vitali Klitschko e o vice-prefeito Mykola Povoroznyk descreveram um número incontável de mortos que inclui mulheres, crianças e idosos, muitos enterrados sob prédios destruídos por foguetes russos.

Os ucranianos estão lutando pela sua pátria e suas famílias, disse Klitschko, ex-campeão mundial de boxe dos pesos pesados.

“Nós também defendemos cada um de vocês porque defendemos valores e princípios, disse ele.

Além de armas defensivas, Klitschko disse que precisam que Toronto e todo o resto do Canadá, parem de fazer negócios com a Rússia.

“Qualquer dinheiro que passe para a Rússia será usado para fortalecer o exército que ataca a Ucrânia, não para ajudar o povo russo”, disse ele.

Klitschko fez questão de mencionar a propaganda russa e as “mentiras” espalhadas pelo presidente Vladimir Putin, como a falácia de que corpos foram implantados em avenidas após o exército ucraniano tomar Boutcha de volta.
O conselho de Toronto manifestou seu apoio ao povo ucraniano e à cidade-irmã Kiev.

O prefeito John Tory deu as boas-vindas aos dois líderes da cidade ucraniana, agradecendo-os por transmitir sua mensagem em circunstâncias tão difíceis.

"Estamos orgulhosos aqui na cidade de Toronto por abrigar uma das maiores populações de pessoas de origem ucraniana no mundo, fora da Ucrânia", disse Tory, criticando a "invasão atroz e desumana" da Rússia. “Toronto se solidariza com a Ucrânia, com seu povo e com os ucranianos canadenses.”

Klitschko disse que não sabe quando esta guerra terminará. Enquanto ele e seus colegas ucranianos esperam uma solução diplomática.

“Esta guerra afeta todos na Europa, todos no mundo”, disse ele.

O Canadá vem mantendo sanções aos russos dentro de seu território. 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.7%
7.1%
6.2%