MENU

13/01/2022 às 09h49min - Atualizada em 13/01/2022 às 09h49min

Trump desliga entrevistador da NPR após ser pressionado sobre mentiras nas eleições de 2020

Após cerca de 10 minutos com Steve Inskeep, da NPR, discutindo vacinas e mandatos de vacinas, a conversa se voltou para as cédulas sendo contadas em estados como “Geórgia, Pensilvânia e Wisconsin” e uma “eleição fraudada”, segundo Trump

Co - autora: Isabela Peixer
CTV News
O ex-presidente dos EUA, Donald Trump, encerrou abruptamente uma entrevista por telefone com a National Public Radio (NPR) na terça-feira, depois de ser repetidamente pressionado sobre mentiras sobre a eleição de 2020 ser “roubada”.

Após cerca de 10 minutos com Steve Inskeep, da NPR, discutindo vacinas e mandatos de vacinas, a conversa se voltou para as cédulas sendo contadas em estados como “Geórgia, Pensilvânia e Wisconsin” e uma “eleição fraudada”, segundo Trump.

Depois de comentar sobre o tamanho da multidão do presidente Joe Biden na campanha eleitoral de 2020, Inskeep perguntou a Trump se ele estava dizendo aos republicanos em 2022 que eles deveriam pressionar seu caso nas eleições passadas para obter seu endosso.

Trump então passou a dizer “eles vão fazer o que quiserem”, em uma resposta sinuosa, interrompendo as tentativas de fazer perguntas de esclarecimento, agradeceu ao Inskeep e desligou abruptamente, encerrando a entrevista.

“Woah woah woah, eu tenho mais uma pergunta. Eu quero perguntar sobre uma audiência no tribunal ontem, dia 6 de janeiro, o juiz Amit Mehta... Ele se foi. OK”, diz a última linha da transcrição da entrevista, quando o Inskeep percebe que Trump encerrou a ligação.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.2%
5.9%
6.9%