MENU

01/02/2022 às 08h49min - Atualizada em 01/02/2022 às 08h49min

Os manifestantes restantes de Ottawa dizem que vão ficar até que todas as restrições do COVID-19 sejam retiradas

O primeiro-ministro Justin Trudeau disse ontem que não se reunirá com ninguém envolvido, observando relatos de que alguns participantes foram vistos assediando empresas locais, agitando bandeiras nazistas, defecando em gramados residenciais, urinando no National War Memorial e roubando comida de moradores de rua.

Co - autora: Isabela Peixer
CTV News
Justin Tang
As multidões diminuíram consideravelmente no Parliament Hill e nos arredores, onde manifestantes de restrições anti-COVID-19 protestam há dias.

Mas aqueles que permanecem dizem que vão ficar até que todas as restrições sejam levantadas, com o presidente da Ottawa Gatineau Hotel Association dizendo que alguns manifestantes estão estendendo suas estadias em hotéis ou estão pedindo para remarcar para o próximo fim de semana.

O primeiro-ministro Justin Trudeau disse ontem que não se reunirá com ninguém envolvido, observando relatos de que alguns participantes foram vistos assediando empresas locais, agitando bandeiras nazistas, defecando em gramados residenciais, urinando no National War Memorial e roubando comida de moradores de rua.

A Associação de Paramédicos de Ottawa informou que os paramédicos pediram escolta policial depois que pedras foram arremessadas em uma ambulância de um caminhão no comboio.

Mas a vice-líder conservadora, Candice Bergen, disse que Trudeau estava "desprezando" os manifestantes, que merecem a chance de serem ouvidos e respeitados.

Ela disse que os manifestantes com quem se reuniu de sua província natal de Manitoba no domingo são "pessoas boas, patrióticas, amantes da paz".

A Canada Unity, o grupo por trás do comboio, originou-se durante o comboio pró-pipeline de 2019 para Ottawa, mas se transformou em um protesto contra as restrições anti-COVID após o início da pandemia.

O mandato de vacina para caminhoneiros que entrou em vigor em ambos os lados da fronteira Canadá-EUA no início deste mês acrescentou mais fogo às demandas e ajudou a desencadear o comboio maior que desceu em Ottawa na semana passada.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.7%
7.1%
6.2%