MENU

01/02/2022 às 09h29min - Atualizada em 01/02/2022 às 09h29min

Bloqueio de caminhões continua na fronteira dos EUA enquanto RCMP se prepara para fazer prisões e rebocar veículos

Os Mounties disseram em um comunicado na noite passada que achavam que havia um caminho para resolver o assunto, mas os manifestantes optaram por não obedecer.

Co - autora: Isabela Peixer
CTV News
Um bloqueio no sul de Alberta, na fronteira com os Estados Unidos, está entrando em seu quarto dia.

Um comboio de caminhões comerciais, veículos e trailers está bloqueando a rodovia na fronteira de Coutts desde sábado para protestar contra as restrições do COVID-19.

Os Mounties disseram em um comunicado na noite passada que achavam que havia um caminho para resolver o assunto, mas os manifestantes optaram por não obedecer.

Eles dizem que o protesto não é mais legal e há recursos para fazer prisões e rebocar veículos.

Alguns manifestantes dizem que não têm planos de sair.

O prefeito de Coutts, Jim Willett, diz que quer que eles desapareçam, já que a correspondência não pode ser entregue e algumas crianças não puderam ir à escola porque o ônibus não pode entrar na comunidade.

O primeiro-ministro de Alberta, Jason Kenney, disse que cabe às autoridades locais fazer cumprir a legislação provincial.

Uma lei aprovada no ano passado permite penalidades adicionais contra manifestantes que bloqueiam rodovias e outras infraestruturas.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.7%
7.1%
6.2%