MENU

24/03/2022 às 12h00min - Atualizada em 24/03/2022 às 12h00min

Chuva forte e ventos fortes causam falta de energia em Toronto

A agência meteorológica disse que a região pode ver até 20 milímetros de chuva entre o final da tarde de quarta-feira e a manhã de quinta-feira.

Co - autora: Isabela Peixer
CTV News
Foto: CTV News
Milhares de moradores ficaram sem energia por várias horas em Toronto na noite de quarta-feira depois que fortes chuvas e ventos fortes derrubaram árvores e linhas hidrelétricas.

Uma declaração meteorológica especial foi emitida para Toronto e áreas vizinhas, com o Environment Canada alertando sobre chuvas significativas que podem resultar em alagamentos em algumas estradas.

A agência meteorológica disse que a região pode ver até 20 milímetros de chuva entre o final da tarde de quarta-feira e a manhã de quinta-feira.

Acrescentou que a chuva será acompanhada por fortes ventos de leste com rajadas de até 70 km/h que podem resultar em algumas quedas de energia localizadas.

A Toronto Hydro disse que estava lidando com interrupções espalhadas por toda a cidade. Na área do High Park, cerca de 2.800 clientes ficaram sem energia no pico da interrupção.

Pouco antes das 23h, a energia no bairro foi restabelecida.

A polícia e os bombeiros também responderam a várias chamadas relacionadas ao clima, incluindo árvores caídas, postes hidrelétricos caídos e um transformador queimado. Na área central, ventos fortes arrancaram o tapume de um arranha-céu.

Não foram relatados feridos.

Ventos fortes também sopraram detritos de um canteiro de obras para as pistas oeste da Gardiner Expressway, perto da Windermere Avenue.

A previsão é que a chuva diminua na madrugada desta quinta-feira.

Na quinta-feira, o céu ficará nublado, com 40% de chance de pancadas de chuva. A máxima será de 12ºC.

Na sexta-feira, o céu ficará nublado com 60% de chance de pancadas de chuva e máxima de 7°C.

Céu nublado e máxima de 12ºC estão na previsão para quinta-feira.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.7%
7.1%
6.2%