MENU

31/03/2022 às 11h08min - Atualizada em 31/03/2022 às 11h08min

Polícia de Toronto faz outra prisão em 'golpe dos avós' generalizado, fraude totaliza mais de US $ 1,1 milhão

A polícia de Toronto acredita que há mais vítimas e está pedindo a qualquer pessoa com informações relacionadas à investigação em andamento que entre em contato pelo telefone 416-808-7300 ou pela Crime Stoppers.

Co - autora: Isabela Peixer
CP 24h
A polícia prendeu mais três suspeitos de aplicarem um golpe que tem como alvos pessoas idosas residentes da Grande Toronto. A ação criminosa está sendo cada vez mais comuns. A polícia afirma que a fraude já gerou mais de US$ 1,1 milhão para fraudadores.

Michelle Jordan, de 19 anos, do Ajax, é a mais recente suspeita a ser acusada no esquema, que faz com que idosos desavisados ​​entreguem grandes quantidades de dinheiro em troca da libertação fictícia de seus netos da custódia policial.

Ela é acusada de três outras fraudes acima de US$ 5.000 e três acusações de posse de produtos obtidos por crime acima de US$ 5.000.

Os investigadores acreditam que, desde março de 2021, cerca de 100 denúncias do suposto golpe foram feitas à polícia. Acredita-se que o total estimado de dinheiro gerado com a fraude seja superior a US$ 1,1 milhão, disse a polícia.

No caso de Jordan, alega-se que, em 24 de março, uma mulher de 78 anos foi contatada por um homem fingindo ser seu neto. O homem disse à mulher que havia sido preso pela polícia e estava ligando de uma delegacia.

Nesse ponto, o telefone teria sido então passado para outro homem, que estava se passando por um policial. O oficial falso disse à mulher que seu neto exigia uma quantia em dinheiro para ser libertado da custódia.

A mulher então obteve o dinheiro em seu banco e logo após uma mulher compareceu à casa da vítima para retirar o dinheiro.

A polícia alega que Jordan participou do golpe pela segunda vez no mesmo dia, desta vez visando um homem de 83 anos. Nesse incidente, Jordan supostamente recebeu uma quantia em dinheiro do homem apenas para retornar à residência da vítima um dia depois, em um esforço para extorquir mais dinheiro dele, momento em que ela foi presa.

Jordan é uma das cinco pessoas acusadas pela polícia em conexão com o golpe desde dezembro de 2021, incluindo Firas El-Helou, 21, de Toronto, Ayiinthan Sri Ranjan, 22, de Stouffville, Ryan Enaya, 26, de Milton, e Nikolaos Antonopoulos, 24, de Quebeque.

A polícia de Toronto acredita que há mais vítimas e está pedindo a qualquer pessoa com informações relacionadas à investigação em andamento que entre em contato pelo telefone 416-808-7300 ou pela Crime Stoppers.

Enquanto isso, o serviço oferece várias dicas para proteger você e seus entes queridos:
  • Qualquer pessoa que receba esse tipo de ligação ou solicitação deve entrar em contato com a polícia imediatamente.
  • Os agentes da lei nunca entrarão em contato com membros da família e solicitarão dinheiro para fiança ou enviarão alguém para sua casa para pegar dinheiro.
  • Não compareça ao seu banco e retire dinheiro para dar a uma pessoa desconhecida de um telefonema frenético.
  • Não envie dinheiro por meio de transferência eletrônica, compre cartões-presente ou envie dinheiro por meio de um serviço de correio.
  • Ligue para outro membro da família para esclarecimentos ou para a polícia.
  • Nunca confirme nenhuma informação pessoal por telefone

A polícia de Hamilton também registrou  um aumento nos relatórios recebidos relacionados ao golpe nos últimos meses e pediu repetidamente ao público que fique atento para evitar possíveis vitimizações.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.7%
7.1%
6.2%