MENU

08/07/2021 às 14h39min - Atualizada em 08/07/2021 às 14h39min

Passaportes de vacinas para acesso a serviços não essenciais podem ser lançados já em setembro

Pessoas que não foram totalmente vacinadas podem ser excluídas de bares, academias e festivais

CBC News
https://www.cbc.ca/news/canada/montreal/digital-vaccine-passports-1.6094785
Shutterstock

A província de Québec pode começar a usar passaportes de vacinação digital para barrar pessoas que não estão totalmente vacinadas de certos serviços não essenciais já em setembro, anunciou o ministro da saúde da província nesta quinta-feira.

 

“Se, e somente se, a situação se agravar, ao invés de fechar setores de atividade, seria necessário estar duplamente vacinado para ter acesso a certas atividades”, disse Christian Dubé.

 

Dubé disse ainda que os passaportes só começarão a ser usados ​​quando toda a população elegível tiver a oportunidade de receber as vacinas - ele mencionou o dia 1º de setembro como uma data potencial - e somente se os casos de COVID-19 começarem a aumentar.

 

Os passaportes de vacinação não serão usados ​​para obter bens ou serviços essenciais, mas podem ser usados ​​para serviços não essenciais.

 

Se uma quarta onda atingir Québec, as pessoas que não foram totalmente vacinadas podem se ver excluídas das academias, esportes coletivos e teatros, por exemplo, como alternativa a um bloqueio generalizado.

 

“Isso é bom para a sociedade, educação, economia e muito bom para a nossa rede de saúde”, disse Dubé.

 

Na quarta-feira, 95% dos novos casos de COVID e hospitalizações na semana passada afetaram pessoas que não foram totalmente vacinadas, disse Dubé.

 

“As pessoas que recusam a vacinação têm o direito, mas têm de saber: em caso de surto ou transmissão na sua zona, podem ter de se isolar, fazer o teste ou podem não ter acesso a determinadas atividades".

 

 

Coautoria: Viktória Matos

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.4%
5.2%
8.4%