MENU

10/02/2022 às 11h52min - Atualizada em 10/02/2022 às 11h52min

Sem liberdade, igualdade e fraternidade

França proíbe movimento canadense em Paris

Leandro Mendonça
Joël Lemay / Agence QMI
Na manhã desta quinta-feira, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, declarou que manifestações como o ‘Comboio da Liberdade’, não serão toleradas na capital francesa.
Muitos manifestantes começaram a sair de cidades como Nice, Bayonne e Perpignan, na madrugada de quarta-feira. Os caminhoneiros pediram aos belgas que deixassem Bruxelas, para todos convergirem em Paris.
Mas de acordo com o chefe de polícia, qualquer ‘ato proibido’ pode ser passível de multa, variando de 4500 a 7500 euros, mais apreensão do veículo. Os manifestantes também estão sujeitos à prisão, visto que a infração acarretaria em problemas para toda a cidade.
“O organizador de uma manifestação proibida pode ser punido com seis meses de prisão, multa de 7500 euros e anexado ao seu dossier uma contravenção de 4ª classe”, ou seja, 135 euros para a prefeitura.
Os caminhoneiros marcaram de chegar em Paris na próxima sexta-feira, podendo responder à polícia.
“Um mecanismo específico vai ser implementado para evitar bloqueios de estradas. A conversa é o ponto forte para não precisar prender cidadãos que pensem em aderir a esse movimento”, avisou a Prefeita.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.7%
7.1%
6.2%