MENU

12/04/2022 às 18h32min - Atualizada em 12/04/2022 às 18h32min

Testemunhas falam sobre atirador em Nova York

Cinco pacientes estão gravemente feridos e 10 foram baleados

Leandro Mendonça
Twitter/NYPD

Um atirador usando uma máscara de gás detonou uma bomba de fumaça e abriu fogo em vagão do metrô  ferindo pelo menos 17 pessoas, disseram autoridades.

A polícia disse que o agressor, que agiu sozinho, fugiu do local. O ataque se desenrolou quando um trem do metrô com destino a Manhattan na linha N estava parando em uma estação no bairro de Sunset Park, no Brooklyn.

Dez pessoas foram atingidas diretamente por tiros, incluindo cinco hospitalizadas em estado crítico, mas estável. Autoridades disseram que outras sete pessoas ficaram feridas por estilhaços ou ficaram feridas no caos enquanto passageiros em pânico fugiam do vagão de metrô cheio de fumaça, alguns desabando na calçada enquanto despejavam na plataforma da estação da 36th Street. O Corpo de Bombeiros informou que dois dos feridos foram atendidos no local.

De acordo com a CNN, um total de 29 pessoas que sofreram vários ferimentos no incidente apareceram em hospitais da região. A maioria foi atendida em salas de emergência e receberam alta ainda durante à tarde.

O suspeito foi descrito pela polícia como um homem com sobre-peso, vestindo um colete verde  e um moletom com capuz. A Fox News e a  TV local WNBC relataram que o Departamento de Polícia da Cidade de Nova York (NYPD) mais tarde localizou uma van U-Haul, com placa do Arizona, que estava sendo procurada antes do tiroteio. Mas o suspeito continuava foragido.

O comissário da polícia de Nova York, Keechant Sewell, disse que o tiroteio não está sendo investigado como um ato de terrorismo, embora as autoridades não descartem em nada a alegação.

Sewell disse que o suspeito foi visto usando uma máscara de gás no vagão do trem. O atirador estava prestes a entrar na estação, depois removeu uma lata de sua mochila(bomba de gás lacrimogêneo) e a arremessou no local.

“O trem naquele momento começou a se encher de fumaça. Ele então abriu fogo, atingindo várias pessoas no metrô e na plataforma”, acrescentou.

John Butsikares, um jovem de 15 anos que passou pela estação da 36th Street logo após o incidente, disse que o condutor do trem ordenou que todos na plataforma da estação subissem a bordo.

“Eu não sabia o que estava acontecendo. Foi um momento assustador. E então na 25th Street (próxima estação) nos disseram para descer. Havia muita gente gritando por assistência médica”, disse Butsikares, que estava indo à escola.

A imprensa de todo o país passou a noticiar que vários pentes de munição de alta capacidade e fogos de artifício foram encontrados na estação de metrô com a arma, que aparentemente emperrou. As informações foram dadas pela polícia de Nova York.

Um civil confirmou relatos da mídia de que “houve problema no sistema de segurança de câmeras da estação, o que poderia ter dificultado na investigação. Mas quantas câmeras foram afetadas não ficou imediatamente claro, disse ele.

No entanto, os investigadores obtiveram um vídeo de celular de uma testemunha ocular que mostra o suspeito, disse uma fonte da lei ao canal CNN Internacional.

O morador do Brooklyn, Yayha Ibrahim, disse que viu pessoas correndo da estação e decidiu descer para ver o que estava acontecendo.

"Eu vi uma senhora, ela foi baleada na perna e estava gritando por socorro", disse ele. Equipes de resgate “fizeram um bom trabalho ao chegarem rápido”.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

86.7%
7.1%
6.2%