MENU

24/07/2021 às 09h42min - Atualizada em 24/07/2021 às 09h42min

Canadá planeja abertura com segurança para viagens internacionais ainda em 2021

Quem deseja visitar o país deve ficar atento às normas e restrições de viagem

Redação North News
Agência de Saúde Pública do Canadá
Globo

O Governo do Canadá está priorizando a saúde e a segurança de todos no Canadá, adotando uma abordagem comedida e baseada em riscos para reabrir as fronteiras.

 

Graças ao aumento das taxas de vacinação e redução dos casos de COVID-19, o governo do Canadá pode avançar com medidas de fronteira ajustadas.

 

De acordo com a Public Health Agency of Canada, em 7 de setembro de 2021, desde que a situação epidemiológica doméstica permaneça favorável, o Governo pretende abrir as fronteiras do Canadá para todos os viajantes totalmente vacinados que tenham completado o curso completo de vacinação com uma vacina aceita pelo Governo do Canadá pelo menos 14 dias antes de entrarem no país e que atendam aos requisitos de entrada específicos.

 

Como uma primeira etapa, a partir de 9 de agosto de 2021, o Canadá planeja começar a permitir a entrada de cidadãos estadunidenses e residentes permanentes, que atualmente residem nos Estados Unidos e foram totalmente vacinados pelo menos 14 dias antes de entrar no Canadá para viagens não essenciais.

 

Esta etapa preliminar permite ao Governo do Canadá operacionalizar totalmente as medidas de fronteira ajustadas antes de 7 de setembro de 2021, e reconhece os muitos laços estreitos entre canadenses e estadunidenses.

 

“A segurança e proteção dos canadenses sempre vêm em primeiro lugar. Com o aumento das taxas de vacinação e menos casos no Canadá, podemos começar a facilitar as medidas de fronteira com segurança... Os canadenses trabalharam muito e se sacrificaram uns pelos outros e, por causa desse trabalho, podemos dar os próximos passos com segurança." Afirmou Patty Hajdu, Ministra da Saúde.

 

Sujeito a exceções limitadas, todos os viajantes devem usar o ArriveCAN (aplicativo ou portal da web) para enviar suas informações de viagem. Se forem elegíveis para entrar no Canadá e atenderem a critérios específicos, os viajantes totalmente vacinados não terão que ficar em quarentena ao chegar ao Canadá.

 

Para apoiar ainda mais essas novas medidas, a Transport Canada está expandindo o escopo do Aviso aos Aviadores (Notice to Airmen - NOTAM) existente que atualmente direciona voos comerciais internacionais regulares de passageiros para quatro aeroportos canadenses: Aeroporto Internacional de Montreal-Trudeau, Aeroporto Internacional de Toronto Pearson, Aeroporto Internacional de Calgary, e o Aeroporto Internacional de Vancouver.

 

A partir de 9 de agosto de 2021, os voos internacionais que transportam passageiros terão permissão para pousar nos cinco aeroportos canadenses adicionais:

 

Aeroporto Internacional Halifax Stanfield;

Aeroporto Internacional Jean Lesage da cidade de Quebec;

Aeroporto Internacional Ottawa Macdonald-Cartier;

Aeroporto Internacional James Armstrong Richardson de Winnipeg; e

Aeroporto Internacional de Edmonton.

 

Esses aeroportos, em cooperação com a Public Health Agency of Canada, The Canada Border Services Agency e a Transport Canada, estão trabalhando para implementar as medidas necessárias para receber passageiros internacionais com segurança o mais rápido possível após 9 de agosto, conforme as condições exigirem.

 

Todos os viajantes, independente do status de vacinação, ainda exigirão um resultado do teste molecular de COVID-19 antes da entrada. Embora, a partir de 9 de agosto de 2021, o governo do Canadá esteja ajustando sua estratégia de teste pós-chegada para viajantes totalmente vacinados.

 

Usando um novo programa de vigilância de teste de fronteira em aeroportos e passagens de fronteira terrestre, viajantes totalmente vacinados não precisarão de um teste pós-chegada, a menos que tenham sido selecionados aleatoriamente para completar um teste molecular de COVID-19.

 

Não há mudanças nos requisitos de teste obrigatórios para viajantes não vacinados.

 

Essa estratégia permite que o governo do Canadá continue monitorando as variantes preocupantes no Canadá e a eficácia da vacina.

 

Usando essas camadas de proteção, o Governo do Canadá pode monitorar a situação do COVID-19 no país, responder rapidamente a ameaças e orientar as decisões sobre a restrição de viagens internacionais.

 

Finalmente, com o advento do aumento das taxas de vacinação no Canadá, o declínio dos casos de COVID-19 e a redução da pressão sobre a capacidade de assistência médica, a exigência de três noites de estadia em hotel autorizada pelo governo será eliminada para todos os viajantes que chegam de avião a partir das 12h01 em 9 de agosto.

 

Viajantes totalmente vacinados que atenderem aos requisitos estarão isentos de quarentena; entretanto, todos os viajantes ainda devem fornecer um plano de quarentena e estar preparados para ela, caso seja determinado na fronteira que eles não atendem aos requisitos necessários.

 

Embora o Canadá continue na direção certa, a situação epidemiológica e a cobertura vacinal não são as mesmas em todo o mundo.

 

O Governo do Canadá continua a aconselhar os canadenses a evitar viagens não essenciais para fora do Canadá - viagens internacionais aumentam o risco de exposição ao COVID-19 e suas variantes, bem como de disseminação para outras pessoas. As medidas de fronteira também permanecem sujeitas a mudanças à medida que a situação epidemiológica evolui.

 

Enquanto o Canadá espera receber viajantes dos EUA totalmente vacinados, o governo federal continuará a monitorar a situação e fornecer conselhos de viagem atualizados aos canadenses.


Co-autora: Amanda Rodrigues Leal


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você vai se imunizar contra o novo coronavírus (Covid-19)?

87.5%
4.8%
7.7%